APDA ASSUME PRESIDÊNCIA DA EUREAU

20/06/2005
A Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Águas (APDA), através do Presidente do Conselho Directivo, Eng.º Carlos Martins, assumiu na passada sexta-feira a Presidência da EUREAU, no decorrer da Assembleia-Geral desta instituição, que se realizou em Lisboa.

A APDA é uma associação sem fins lucrativos, fundada em 1988, que tem como principal objectivo a representação e defesa dos interesses das entidades gestoras de sistemas públicos de abastecimento de água e de águas residuais e de todos os demais intervenientes neste domínio. Participa no estudo, preparação e debate público de diplomas legislativos e normas relevantes para a actividade do sector, e promove o estudo, a investigação e divulgação de boas práticas relacionadas com o abastecimento de água e o saneamento.

De entre as principais actividades desenvolvidas pela APDA merecem especial destaque as relativas à representação dos seus associados, às do âmbito da valorização e da formação profissional, as relativas à normalização sectorial e à organização de reuniões de carácter técnico nacional e internacional.

A EUREAU, fundada em 1975, é a União das Associações Nacionais de Distribuidores de Água e dos Serviços de Saneamento dos países da União Europeia e da Associação Económica de Comércio Livre (EFTA). São membros aderentes da EUREAU as Associações de Distribuição de Água e/ou dos Serviços de Saneamento dos países da União Europeia bem como as Associações dos países da EFTA.

Podem ser membros observadores as Associações, do sector mencionado, dos países europeus que ainda não aderiram quer à UE quer à EFTA. São membros observadores a Bulgária, Chipre, Croácia, Estónia, Hungria, Polónia e Roménia. A representação portuguesa é assegurada pela Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Águas (APDA).

A EUREAU acompanha a preparação da revisão de directivas sectoriais, nomeadamente a de Águas Balneares, bem como a de novas propostas de directivas, a de Substâncias Prioritárias e Águas Subterrâneas e de documentação (papers) de que deverá resultar futuras directivas como sobre Parcerias Público Privadas e sobre Serviços de Interesse Geral. Estatutariamente, a EUREAU não tem qualquer poder decisório, mas a sua representatividade, mais de 450 milhões de consumidores, e a sua vasta experiência profissional tornam-na um interlocutor apreciado e reconhecido pelos organismos comunitários.

Lisboa, 20 de Junho de 2005

Conselho Directivo da APDA