EUREAU CONGRATULA-SE COM PROPOSTA DA COMISSÃO EUROPEIA PARA REDUZIR POLUENTES PERIGOSOS

03/02/2012

A Comissão Europeia (CE) deu a conhecer no passado dia 31 de janeiro uma proposta para acrescentar 15 substâncias químicas à lista de 33 poluentes que são monitorizados e controlados nas águas superficiais da União Europeia. Isto será conseguido através da revisão da Diretiva sobre Substâncias Prioritárias no domínio da qualidade da água. A Comissão anunciou que esta proposta resulta de uma revisão da análise dos riscos causados por cerca de 2000 substâncias, efetuada de acordo com os seus níveis nas águas superficiais, e a sua perigosidade, produção e utilização.

“A EUREAU congratula-se com esta proposta e apoia as atividades da CE no que respeita às substâncias prioritárias”, comentou a este propósito o Presidente da EUREAU, o dinamarquês Carl-Emil Larsen. “A EUREAU e os seus membros enfatizam que para a redução dessas substâncias nas águas superficiais e na água para consumo humano o foco deve ser colocado ao nível do controlo nas origens e num maior controlo na admissão e utilização destas substâncias”, acrescentou o mesmo responsável.

A EUREAU (Federação Europeia das Associações Nacionais dos Serviços de Abastecimento de Água e de Águas Residuais, de que a APDA é membro desde 1988) está preocupada com a existência e utilização de substâncias persistentes, bioacumuláveis e tóxicas em casas de habitação, serviços e indústrias. A EUREAU também manifesta preocupação acerca dos poluentes emergentes (como os farmacêuticos, que podem entrar nas áreas de águas para abastecimento e exorta para uma melhor proteção destas em relação a poluentes perigosos. As entidades gestoras têm vindo a trabalhar há bastante tempo no sentido de melhorar a qualidade das águas residuais e dos efluentes, contribuindo ativamente para o controlo nas origens e para a aplicação de restrições nacionais e locais às emissões de indústrias e serviços para as redes de águas residuais. Apesar disto, é necessária uma legislação química coerente e holística na União Europeia.

O grupo de trabalho da EUREAU sobre Substâncias Prioritárias irá continuar o seu trabalho de identificação de poluentes perigosos e de avaliação dos seus riscos para o ambiente aquático e para a saúde humana.

Fonte: EUREAU