SETOR MOÇAMBICANO DAS ÁGUAS DISCUTIDO NA CONFERÊNCIA AQUASHARE 2014

14/11/2014

Entre os dias 5 e 7 de novembro de 2014 decorreu numa unidade hoteleira de Maputo, Moçambique, a Conferência AQUASHARE 2014, subordinada ao tema “A Água em 2025”, que contou com a presença de cerca de 170 participantes. Esta Conferência teve apoios institucionais do WSP – Water and Sanitation Program do Banco Mundial, do Reino dos Países Baixos, do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e do Fundo de Investimento e Património do Abastecimento de Água (FIPAG).

Na Sessão de Abertura desta Conferência começaram por usar da palavra o Vice-Ministro das Obras Públicas e Habitação, Dr. Francisco Pereira, e o Presidente da AQUASHARE, Eng.º Manuel Alvarinho, que salientaram a importância do evento e saudaram os presentes.
 
Seguiu-se a apresentação dos aspetos mais relevantes da Agenda 2025 de Moçambique – enquadramento geral e perspetivas para o futuro, a cargo do Dr. Prakash Ratilal, economista e membro do Comité de Conselheiros da Agenda 2025. Em sua opinião, a «transformação das mentalidades» e a «reformulação de políticas» são as principais chaves para o desenvolvimento futuro do país. O Dr. Michel Le Pechoux, Representante Adjunto da UNICEF em Moçambique, abordou, em nome da Organização das Nações Unidas (ONU), os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), destacando a erradicação do fecalismo a céu aberto, o saneamento nas escolas, a eliminação das desigualdades (estabelecimento de critérios de acessibilidade (física e económica), aceitabilidade, sustentabilidade, segurança) e o papel das mulheres.
 
O primeiro dia da Conferência AQUASHARE 2014 foi preenchido por quatro Sessões Plenárias, dedicadas aos seguintes temas:
  1. Sessão 1 – Abastecimento de água;
  2. Sessão 2 – Gestão e conservação dos recursos hídricos;
  3. Sessão 3 – Infraestruturas hidráulicas;
  4. Sessão 4 – Saneamento.
No segundo dia do evento, 6 de novembro, da parte da manhã, foram constituídos vários grupos de trabalho versando os quatro tópicos centrais abordados no dia anterior. Foi efetuada uma introdução e entregue o guião aos grupos.
 
Da parte da tarde, no espaço de Exposição (que esteve patente na tarde do dia 6 e na manhã do dia 7), as várias empresas/instituições presentes fizeram as suas apresentações/sessões de esclarecimento, que atraíram muitos participantes. Paralelamente, reuniram-se os grupos de dirigentes e relatores, assim como os grupos de redação final das sínteses.
 
A encerrar o segundo dia da Conferência AQUASHARE 2014 foi efetuado o lançamento do Núcleo de Operadores Profissionais de Água (NUCOPA), tendo o FIPAG como patrono. Nesta sessão intervieram o Eng.º Manuel Alvarinho, o Dr. Elias Machava, da AQUASHARE/FIPAG, e a Dra. Marina Ladeiras (Vice-Presidente do Conselho Diretivo da APDA), que apresentou a Associação, sua missão, principais objetivos e atividades desenvolvidas. Na sua alocução, a Dra. Marina Ladeiras salientou que «a APDA disponibilizará toda a sua experiência no apoio à criação e desenvolvimento do NUCOPA». O Eng.º Manuel Alvarinho reforçou que esse apoio já estava em curso com a presença do Eng.º António Branco para, em conjunto com o Dr. Elias Machava, coordenador do Núcleo,  darem inicio aos trabalhos. Na ocasião, a Diretora Nacional de Águas de Moçambique, Eng.ª Suzana Saranga, reforçou a importância deste Núcleo, desejou os maiores sucessos e agradeceu à Dra. Marina Ladeiras, enquanto Vice-Presidente da APDA, a força e motivação aos representantes e técnicos do setor da água para integrarem o mesmo.
 
A iniciar o terceiro e último dia da Conferência AQUASHARE 2014 decorreu um evento paralelo que constituiu uma oportunidade para os membros do Núcleo de Jovens Profissionais de Águas (JOPA) desta organização tomarem contacto com o Programa VIA Water da UNESCO-IHE – Institute for Water Studies, com vista ao desenvolvimento de iniciativas conjuntas. Durante a sua intervenção, a coordenadora deste projeto, Willemijn Hagel, salientou que se trata «de um programa com foco na procura de soluções inovadoras para os problemas de falta de água em cidades de sete países africanos: Benim, Gana, Quénia, Mali, Moçambique, Ruanda e Sudão».
 
Seguiu-se a sessão de apresentação das sínteses dos grupos de trabalho, pelos respetivos relatores, a que se juntaram as contribuições finais do plenário. As várias sínteses englobaram as contribuições das comunicações e os resultados dos grupos de trabalho e do grupo VIP. O Eng.º Manuel Alvarinho exortou os presentes a enviarem outras contribuições que considerem pertinentes para enriquecer as conclusões desta Conferência e que possam integrar o respetivo Relatório Final.
 
Ao resumo geral da Conferência, efetuado pelo Dr. Dinis Juízo (em substituição do Prof. Álvaro Carmo Vaz, Presidente da Mesa da Assembleia Geral da AQUASHARE), seguiram-se os discursos do Presidente da AQUASHARE, Eng.º Manuel Alvarinho, e o discurso de encerramento, proferido pelo Diretor Nacional Adjunto de Águas, Dr. Hélio Banze.
 
A Conferência terminou com o almoço comemorativo do terceiro aniversário da AQUASHARE, que contou com a presença do Vice-Ministro das Obras Públicas e Habitação, Dr. Francisco Pereira e de outros destacados dirigentes do setor moçambicano das águas.



Design Binário