APDA APROVA NOVOS ESTATUTOS EM ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

10/02/2015

Culminando um processo iniciado em 2012, foram aprovados em Assembleia Geral Extraordinária convocada expressamente para o efeito e realizada no passado dia 9 de fevereiro de 2015, no Auditório do Recinto do Arco da EPAL, SA, em Lisboa, os novos Estatutos da Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Águas (APDA). Com a aprovação dos novos Estatutos, a APDA inicia assim uma nova fase da vida associativa.

Para o Presidente do Conselho Diretivo da APDA, Rui Godinho, «a experiência de mais de 27 anos de existência da Associação mostra que os interesses das entidades gestoras serão melhor servidos através da participação dos serviços de águas com as posições, as perspetivas e as múltiplas naturezas e dinâmicas de outros associados empenhados no seu desenvolvimento, como tem sido evidente ao nível das suas participações nas Comissões Especializadas, Grupos de Trabalho, Núcleos, Representações Externas e Comissões Organizadoras do ENEG, cujos trabalhos constituem uma autêntica seiva de conhecimentos, preparação e antecipação de soluções, que alimentam o reforço do prestígio da APDA no setor e no País.»
 
Para Rui Godinho, «interessa à APDA contar com a participação de um leque mais alargado de pessoas singulares e entidades com reconhecida relevância na sua relação com os serviços públicos de água e saneamento, precisamente para apoiar os fins que as entidades gestoras prosseguem, tal como acontece com outras Associações congéneres.»



Design Binário