MILÃO ACOLHEU CONGRESSO DA EUREAU ENTRE 5 E 7 DE OUTUBRO

12/10/2015

Os membros da Federação Europeia das Associações Nacionais dos Serviços de Águas (EurEau) estiveram reunidos em Congresso, que decorreu em Milão entre os passados dias 5 e 7 de outubro de 2015.

Cada uma das três Comissões da EurEau – água de abastecimento, águas residuais e assuntos económicos e legais – reuniu e definiu os respetivos programas de atividade para os próximos dois anos. Os vários grupos de trabalho também estabeleceram os seus planos. Os membros da EurEau estão apostados em desenvolver projetos ambiciosos para melhorar os serviços de águas para todos os cidadãos da União Europeia.
 
Entre os principais tópicos que foram alvo de discussão esteve a revisão da Diretiva Quadro da Água em 2019 e a posição da EurEau neste processo. Durante o workshop que teve lugar na manhã de 6 de outubro no Acquario Civico, moderado por Anders Finnson (Svenskt Vatten, Suécia), os membros apresentaram as suas perspetivas sobre tais trabalhos e o que precisa de ser alterado na revisão. Os membros da EurEau acordaram em reforçar a implementação da diretiva nos vários setores, aumentar a sua relação custo-benefício e envolver os clientes.
 
O Congresso da EurEau teve lugar durante o Festival dell’Acqua (Festival da Água). Os delegados participaram num debate com representantes de entidades gestoras italianas e de organismos internacionais como o Banco Europeu de Investimento e a Associação Internacional da Água. Seguiu-se uma mesa redonda sobre investimento na indústria da água, moderada pelo Secretário-Geral interino da EurEau, Neil Dhot, e que contou com a participação de Carl-Emil Larsen (Chair da Comissão de assuntos económicos e legais), Michael Falcone (Centro Europeu de Empresas de Serviços de Interesse Geral – CEEP), Lars Anwandter (Banco Europeu de Investimento), Stefano Cetti (Água Pública Europeia, APE) e Patrizia Toia (membro do Parlamento Europeu).
 
Os membros da EurEau tiveram oportunidade de visitar a Estação de Tratamento de Águas Residuais de Nosedo antes de participarem numa discussão técnica sobre a Diretiva da Água Potável, moderada por Jim Marshall (Water UK). Entre os oradores estiveram membros da EurEau, o ministro italiano da saúde, assim como representantes da APE e do CEEP. Os presentes concordaram que a Diretiva da Água Potável constitui uma melhoria na qualidade da água para consumo humano na Europa. Ainda não é claro se a Comissão Europeia promoverá uma revisão completa desta Diretiva. Os participantes apoiaram este caminho, especialmente se esta revisão integrar o processo da origem à torneira do consumidor, ao mesmo tempo que reflita as exigências e os valores do cidadão moderno.
 
Na Assembleia Geral foram aprovados as eleições de Carl-Emil Larsen e de Claudia Castell-Exner como Vice-Presidentes da EurEau. Carl-Emil já foi Presidente da EurEau e é o atual Chairda DVGW, a associação técnica e científica alemã do gás e da água. Coordenou a Comissão da EurEau sobre água potável durante quatro anos, até junho de 2015.
 
A EurEau é a organização chapéu para a indústria europeia da água, contando com 28 membros de toda a Europa e representando o setor europeu da água junto das instituições da União Europeia. É, por isso, um ator-chave da política da água a nível europeu. A Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Águas (APDA) é, desde o ano da sua fundação (1988), membro da EurEau, estando representada ao nível da sua Assembleia Geral e das três comissões.
 
Para mais informações sobre a EurEau contacte a APDA (geral@apda.pt).