PRÉMIO NOBEL PARA AS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS

12/10/2018

Foi na passada segunda-feira que a Academia Real das Ciências da Suécia anunciou que  o Prémio Nobel da Economia de 2018 iria ser entregue a Paul Romer e William Nordhaus, ambos conceituados economistas a nível mundial.

Em particular, William Nordhaus, professor na Universidade de Yale que desde 1972 se dedicou ao tema das alterações climáticas, foi distinguido pelo seu trabalho em termos da criação dos primeiros modelos que permitiram aos economistas analisar os custos associados às alterações climáticas. E também por, tendo por base esses modelos, ter sido dos primeiros a defender a ideia de que a melhor forma de regular as emissões de carbono era calcular o custo dessas emissões e depois fazer os poluidores pagar impostos relativos a esse valor.

A Academia Real das Ciências da Suécia sublinhou a ideia de que este trabalho (tal como o de Paul Romer) é a prova de que, com políticas públicas inteligentes, é possível resolver alguns dos principais problemas de longo prazo que a humanidade enfrenta. Nós, no GTAAC da APDA, não poderíamos estar mais de acordo.




design bin·rio