ÁREA SECA VOLTA A AUMENTAR EM PORTUGAL CONTINENTAL

08/02/2019

Os valores de precipitação voltaram a ser baixos em janeiro, tendo a área seca em Portugal aumentado relativamente a dezembro último, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

No dia 31 de janeiro, 59,5% do território nacional estava em seca fraca, 34,5% em seca moderada e 6% com valores normais. Já em dezembro de 2018, mais de metade do país estava na primeira fase (53.3%), tendo registado igualmente baixos níveis de precipitação (37%) e, comparativamente a meses homólogos, a terceira temperatura máxima mais elevada em 87 anos.

Para monitorizar a seca em Portugal Continental, uma realidade cada vez mais vivida no país, o IPMA utiliza o índice PDSI ((Palmer Drought Severity Index). Este avalia a quantidade de precipitação, temperatura do ar e capacidade de água disponível no solo, permitindo detetar a ocorrência de períodos de seca, classificando-os em termos de intensidade: fraca, moderada, severa e extrema.




Design Binário