EMAS DE BEJA CONTINUA A APOSTAR NA MELHORIA DO TRATAMENTO DE ÁGUAS RESIDUAIS URBANAS

18/02/2019

A Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja tem preparado para este ano um plano operacional estratégico, onde se incluem intervenções de manutenção preventiva e corretiva nas infraestruturas da rede de águas residuais e pluviais, bem como a entrada em funcionamento da nova ETAR da cidade. O objetivo é dar continuidade ao processo de melhoria na gestão das redes de águas residuais do concelho, sem esquecer o impacto ambiental.

Para já, e com vista à diminuição do número de ocorrências relacionadas com as obstruções na rede de saneamento, a EMAS de Beja tem em curso um levantamento global e pormenorizado da rede do concelho, composta por mais de 170 km de extensão total e um total de 4623 caixas de visita.

A atual estratégia, a par da entrada em funcionamento da nova ETAR, vai permitir fechar o ciclo urbano da água, não só nas respetivas dimensões operacionais de “alta” e “baixa”, como também a nível ambiental, captando água no meio hídrico com um menor índice de perdas e diminuindo a pressão da captação em ambiente de escassez. Em simultâneo, a água residual tratada é devolvida com uma qualidade compatível com o meio recetor, evitando impactos negativos nos estado das massas águas e nos ecossistemas naturais associados.