ETAR DE GAIA LITORAL QUER SER ENERGICAMENTE NEUTRA EM 2020

01/03/2019

A SIMDOURO e Águas de Gaia apresentaram hoje o projeto de Neutralidade Energética na ETAR de Gaia Litoral, assim como os planos de reutilização de águas residuais. Para além de permitirem uma redução no consumo de energia para o processo de tratamento de águas residuais, as medidas expostas vão aumentar a capacidade de produção de energia elétrica a partir de biogás, das quais faz parte a instalação de um novo cogerador que representará uma poupança anual de energia próxima de 3 GWh, ou seja, uma redução de custos superior a 300 mil euros por ano.

O investimento, que ronda os 368 mil euros e que será recuperado em menos de dois anos, integra-se no Plano Estratégico de Neutralidade Energética, que visa transformar a ETAR de Gaia Litoral numa instalação neutra do ponto de vista energético em 2020.

As medidas tomadas enquadram-se no Roteiro para a Neutralidade Carbónica em 2050 que visam tirar o máximo de eficiência da produção de biogás em sistemas de digestão anaeróbica de lamas, enquanto procuram reduzir ao mínimo indispensável o consumo de energia elétrica no processo de tratamento de águas residuais - um exemplo de economia circular.

Responsável pelo tratamento de 12 hm3 de águas residuais por ano, a ETAR de Gaia Litoral é a infraestrutura de maior dimensão da SIMDOURO e a que mais energia consome - 35% do total.