ALBUFEIRAS: 14 COM MAIS 80% DE ÁGUA E 10 ABAIXO DOS 40%

03/04/2019

De acordo com Agência Portuguesa do Ambiente (APA), catorze das 60 albufeiras monitorizadas em Portugal continental tinham no final de Março deste ano disponibilidades hídricas superiores a 80% do volume total, enquanto dez possuíam valores inferiores a 40% - Vilar-Tabuaço (37%), no Douro, Vale do Rossim (29%) e Lagoacho (28%), no Mondego, Divor (26%), no Tejo, Monte da Rocha (12%), Campilhas (16%), Fonte Serne (34%) e Roxo (37%), no Sado, e Vigia (24%) e Caia (32%), no Guadiana.

A 31 de março último, e comparativamente a 28 de Fevereiro, verificou-se um aumento do volume armazenado em sete bacias hidrográficas e uma descida em cinco - Ribeiras do Oeste, Guadiana, Mira, Barlavento e Arade -, sendo que a cada uma delas pode corresponder mais do que uma albufeira.

Os armazenamentos em março de 2019 por bacia hidrográfica apresentam-se inferiores às médias homólogas registadas em 2017/2018, exceto para a bacia do Ave.

Estes resultados vêm ao encontro da situação de seca meteorológica em que Portugal já se encontra. Na sequência dos baixos valores de precipitação, e segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, houve um aumento quer na classe severa, quer na extrema.