ÁGUA EM BOLSAS BIODEGRADÁVEIS NA MARATONA DE LONDRES

29/04/2019

A Maratona de Londres teve menos 300 mil garrafas de plástico no chão, já que a organização substituiu-as por bolsas de água comestíveis. Feitas de uma membrana fina à base de algas marinhas, foram entregues numa das estações por voluntários equipados com luvas, por questões de higiene e uma vez que podiam ser completamente ingeridas.

                                           

As bolsas são mordidas e libertam a água no interior. A parte exterior também pode ser comida, mas, se não for, decompõe-se em apenas seis semanas.

Decorrida este domingo, 27 de abril, a prova não foi 100% livre de plástico já que houve pontos em que se manteve a distribuição de garrafas, todavia, grande parte destas foi produzida com materiais reciclados. Em outras duas estações, foram também servidas bebidas energéticas em copos biodegradáveis.

As bolsas pretendem ser uma solução para pessoas que estão em movimento, como é o caso de corredores ou festivaleiros e podem conter outros líquidos.
 




Design Binário