FRANCISCO NUNES CORREIA: PLANO NACIONAL DE BARRAGENS DE ELEVADO POTENCIAL HIDROELÉTRICO

31/10/2019

A secção da Atualidade da revista APDA #14 é composta por quatro artigos, entre os quais o da autoria de Francisco Nunes Correia, Professor Catedrático de Ambiente e Recursos Hídricos do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa, que faz um balanço do Plano Nacional de Barragens de Elevado Potencial Hidroelétrico (PNBEPH). Ainda em execução, o mesmo “visa o reforço da componente hidroelétrica no sistema electroprodutor de Portugal”. 

Tendo em conta que “os impactes ambientais dos 10 aproveitamentos inicialmente previstos” são a principal crítica ao projeto, o autor relembra que o PNBEPH prevê que esses aproveitamentos tenham “características de fins múltiplos” o que contribui para a “concretização de uma gestão integrada dos recursos hídricos com vantagens óbvias para outras utilizações da água (…) tais como abastecimento urbano, rega ou controlo de cheias”. 

Além disso, “esses impactes podem ser substancialmente mitigados e compensados se a questão for abordada seriamente, tal como, aliás, as legislações nacionais e comunitárias tornam imperativo”. 

O autor apresenta também cinco ideias-chave do PNBEPH “que se julga que, no essencial, foram concretizadas”, entre as quais a seguinte: “os riscos associados às alterações climáticas vêm aumentar ainda mais a importância de dispor de capacidade de armazenamento. Com efeito, a maior parte das albufeiras proporciona, não apenas uma regularização intra-anual, mas também uma regularização inter-anual”.  

Leia o artigo completo aqui, a partir da página 20.




Design Binário