EPAL ENERGICAMENTE AUTOSSUSTENTÁVEL ATÉ 2025

03/12/2019

A EPAL pretende tornar-se, até 2025, no primeiro operador mundial do setor da água energeticamente autossustentável. De acordo com a empresa, esta é uma estratégia alinhada com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável nas Nações Unidas e o Roteiro Nacional de Baixo Carbono 2050.

 

Para alcançar a neutralidade das emissões, a EPAL visa produzir a sua própria energia a partir de fontes renováveis, não só através da instalação de centrais de produção de energia hidroelétrica nas suas condutas de água, eólica e fotovoltaica, como também ao aproveitar o armazenamento nos reservatórios existentes, resultando na eliminação 38 mil toneladas de emissões de CO2. 

O projeto para atingir os objetivos propostos foi concebido por uma equipa multidisciplinar da EPAL, com o apoio do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência, Instituto Superior Técnico, TÜV Rheinland e  Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial. 

De referir que o setor das águas é responsável por um consumo de energia elétrica superior a 1000 GWh/ano, valor correspondente a mais de 2% do consumo total de energia elétrica de Portugal. O Grupo Águas de Portugal consome cerca de 700 GWh/ano, dos quais 140 GWh/ano são consumidos na EPAL, representando cerca de 0,3% do consumo nacional de energia elétrica.




Design Binário