CEAAC EM PARCERIA COM INVESTIGADORA DA UNIVERSIDADE DE NEWCASTLE

17/12/2019

A Comissão Especializada de Adaptação às Alterações Climáticas (CEAAC) da APDA vai enriquecer o trabalho que desenvolve através de uma parceria com a investigadora Selma Guerreiro, da Escola de Engenharia da Universidade de Newcastle, no Reino Unido.

Selma Guerreiro é especialista em Alterações Climáticas, Hidrologia e Estatística com um currículo exímio em investigação a nível internacional - tem diversos trabalhos publicados, por exemplo, no Nature Climate Change, Environmental Research Letters e Climatic Change. O reconhecimento que tem dentro da comunidade científica é igualmente traduzido em citações aos projetos que desenvolve, entrevistas, convites para palestras, etc. Muito do portfolio de que é autora advém de bolsas de estudo, sendo neste registo que vai trabalhar nos próximos tempos através do NUAcT Water Security Fellowship, um programa de fundos para investigação da Newcastle University ao qual se candidatou para disseminar o tema “Compound Drought and Heat Waves - from Global Understanding to Local Scenarios”.

É objetivo da cientista desenvolver uma nova abordagem de avaliação e adaptação ao impacto das alterações climáticas, tratando eventos compostos como as secas e ondas de calor, que não são devidamente considerados. De acordo com Selma Guerreiro, além destas situações terem a capacidade de se intensificarem mutuamente, a decorrerem em simultâneo podem ter impactos mais desastrosos do que a soma de episódios individuais.

A investigação vai consistir na utilização de modelos recentemente disponibilizados que simulam a variação natural do clima e que, em conjunto com a avaliação de registos ao longo do tempo, vão apoiar uma compreensão global sobre a coocorrência de secas e ondas de calor no passado e no futuro.  O propósito é obter uma ferramenta digital de acesso livre para explorar diferentes cenários.

Para além de vir a testar os cenários que resultarem deste estudo, a CEAAC vai incorporar a referida ferramenta digital no leque de instrumentos disponibilizados pela CEAAC / APDA para apoio às Entidades Gestoras do setor na elaboração das suas Estratégias de Adaptação às Alterações Climáticas.

Prevê-se que este trabalho de investigação, que vai decorrer ao longo de cinco anos, inicie no primeiro trimestre de 2020, sendo a primeira fase dedicada à recolha de dados.