ALUNOS VISITAM ETAR DE TORRES NOVAS E DESCOBREM COMO FUNCIONA

29/01/2020

A Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Torres Novas acolheu, no início da semana, um grupo de estudantes da cidade no sentido de aprofundar os conhecimentos dos processos de tratamentos dos efluentes domésticos.

Os alunos do 11.º ano da turma B do curso Ciências e Tecnologias da Escola Secundária Maria Lamas ficaram surpreendidos com a dimensão da “Fábrica da Água” e com a simplicidade do processo de transformação de “esgoto” em água limpa devolvida à Bacia do Almonda.

Para além de observarem a água transparente a sair da boca de descarga, de onde, depois de tratada, segue para um ribeiro até à Bacia Hidrográfica do Almonda, que desagua no Tejo, os estudantes ficaram a saber qual o destino das lamas retiradas do esgoto. Depois de secas, estas são encaminhadas em camiões para um centro de valorização, onde são reaproveitadas para fortalecer as terras agrícolas.

De acordo com a nota de imprensa da Águas do Ribatejo, empresa intermunicipal responsável pela gestão da ETAR de Torres Novas, a infraestrutura tem contribuído, significativamente, para a melhoria da qualidade da água da bacia do Rio Almonda, bem como para o reforço da biodiversidade do Paul do Boquilobo, que integra a Rede Mundial de Reservas da Biosfera da UNESCO.