PARABÉNS APDA!

03/02/2020

A histórica Estacão Elevatória a Vapor dos Barbadinhos, parte integrante do Museu da Água da EPAL, em Lisboa, acolheu a celebração dos 32 anos da APDA, que contou com várias intervenções, assinatura de um acordo com uma organização internacional do setor, para além do bom convívio entre os cerca de 70 presentes.

Rui Godinho abriu as hostes, dando as boas-vindas e agradecendo a presença de todos o que se juntaram à comemoração da Associação. Frisando o bom trabalho até aqui desenvolvido, nomeadamente pelas respetivas Comissões Especializadas, Grupos de Trabalho e Núcleos, o Presidente do Conselho Diretivo da APDA reforçou a necessidade de continuar a contar com a participação de todos perante os novos desafios do setor, como por exemplo as alterações climáticas.

Nas palavras de Francisco Silvestre de Oliveira, Presidente da Assembleia Geral da APDA, foi clara a importância da envolvência de organizações nacionais e internacionais, tendo sido também deixada uma reflexão para todos os intervenientes do setor: não desistir de tudo o que se fez até aqui, tendo em conta que o futuro reserva muitas questões ainda para resolver.

De seguida tomou a palavra José Sardinha, Presidente do Conselho de Administração da EPAL, que saudou o trabalho meritocrata da APDA nestes 32 anos de vida, ressalvando que a Associação representa “tudo o que as Entidades Gestoras pretendem para o setor” e que daqui a 32 anos “seria um orgulho estarmos aqui todos para assinalar o 64.º aniversário da APDA”.

A data festiva foi também assinalada pela conferência “Innovation in the Water Sector”, que contou com a participação de Miguel Carrinho, Diretor Administrativo e Financeiro da Águas do Ribatejo e Coordenador da Comissão Especializada da Inovação da APDA, Pedro Fontes, Diretor de Inovação e Desenvolvimento da EPAL e Tomas Michel, Presidente da Water Europe.

A intervenção de Miguel Carrinho conduziu a uma reflexão sobre a recetividade do setor à Inovação. Foram abordados temas como a Inteligência Artificial, Soluções Descentralizadas e a Relação com o Cliente. Também foi apresentado o H2Open Innovation, um programa de inovação, ainda em desenvolvimento, para serviços urbanos de água, “numa lógica de melhoria da eficiência do serviço e da experiência do cliente”.(Apresentação aqui)

Pedro Fontes demonstrou a gestão de energia na Estação de Tratamento de Água da Asseiceira com vários exemplos e sublinhou que “não pode haver redução de energia sem redução do consumo”. (Apresentação aqui)

Já Tomas Michel apresentou os “Living Labs” como um caminho para a Inovação no setor, “que não se consegue fazer sem as pessoas e sem a economia”. (Apresentação aqui)

Após todas as intervenções, teve lugar a esperada assinatura do Acordo de Cooperação entre a APDA e a Water Europe. Rui Godinho e Tomas Michel assumiram o compromisso de continuarem a contribuir para o setor, mas agora com a partilha internacional e trabalho em conjunto das duas organizações.

A Sessão Comemorativa do 32.º Aniversário da APDA não podia terminar sem a tradição dos Parabéns e da cerimónia do bolo alusivo à data, à qual se seguiu um cocktail que promoveu o convívio com todos os presentes que com a Associação levam o setor da água mais longe.