ÁREA SECA EM PORTUGAL AUMENTA EM FEVEREIRO

03/04/2020

O território nacional registou em fevereiro último um novo aumento de área seca, principalmente no sul, com o Alentejo e o Algarve a assinalarem as categorias severa e extrema. Segundo dados do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), a região norte também sofreu alterações com níveis de precipitação mais baixos.

Comparativamente ao mês de janeiro de 2020, a área em seca moderada aumentou de 11,7% para 15,1%, a em seca severa de 6,1% para 19,2% e a em seca extrema, que era nula em janeiro, alcançou os 7,3%.

O IPMA revela também que Portugal esteve em seca durante quase todo o ano de 2019, situação que registou a partir de outubro um desagravamento, que foi mais significativo a partir do mês de novembro até janeiro de 2020.

Para monitorizar a seca em Portugal Continental, o IPMA utiliza o índice PDSI ((Palmer Drought Severity Index). Este avalia a quantidade de precipitação, temperatura do ar e capacidade de água disponível no solo, permitindo detetar a ocorrência de períodos de seca, classificando-os em termos de intensidade: fraca, moderada, severa e extrema.