COP26 ADIADA PARA 2021

06/04/2020

Prevista para o próximo mês de novembro em Glasgow, na Escócia, a 26.ª Conferência das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas (COP26) foi adiada para 2021 devido à pandemia de COVID-19. A cidade escocesa vai manter-se como anfitriã, mas em data ainda a designar.

A decisão de adiar a COP26 foi tomada pela Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, pela Grã-Bretanha e Itália, país que deveria acolher alguns eventos preparatórios.

De acordo com a Secretária-Executiva da ONU para as Alterações Climáticas, Patrícia Espinosa, “o novo coronavírus é a ameaça mais urgente que a humanidade enfrenta atualmente”, todavia, ninguém deve esquecer que “a mudança climática é a maior ameaça que a humanidade enfrentará a longo prazo”.

Apologistas de que o adiamento faz sentido, porque seria um risco reunir pessoas de todos os países no meio de uma pandemia, os ativistas ambientais reconheceram que o facto não deve impedir os países de tomarem medidas para conter o aquecimento global.

A COP26 deveria ocorrer cinco anos após o acordo climático de Paris, de 2015, sendo que os países que o assinaram iriam fazer uma atualização sobre seus esforços para reduzir as emissões de gases com efeito estufa, responsáveis pelo aquecimento global.