PERDAS DE ÁGUA: SMAS DE SINTRA COM REDUÇÃO DE 45% EM CINCO ANOS

12/10/2020

Com 18,4%, um valor pela primeira vez abaixo do preconizado (20%) pela ERSAR, os SMAS de Sintra terminaram o ano de 2019 com o melhor registo de sempre ao nível de perdas de água. O resultado, que antecipa o objetivo em um ano, é fruto do investimento na remodelação da rede de abastecimento de água, assim como da instalação de zonas de medição e controlo (ZMC) e da pesquisa ativa de fugas não visíveis.

No período de 2014 a 2019, a redução das perdas de água no concelho de Sintra foi de 45%, passando de 8,4 milhões de metros cúbicos para 4,7 milhões de metros cúbicos, o que se traduziu numa poupança de 3,7 milhões de metros cúbicos de água em cinco anos.

De acordo com o website da Entidade Gestora, já foram detetadas, em 2020, 34 fugas não visíveis, o que refletiu um volume de água recuperado de mais de 152 mil metros cúbicos de água, sendo que os indicadores do primeiro semestre do corrente ano também se encontram estabilizados, mantendo-se os SMAS de Sintra no grupo das Entidades Gestoras com eficiência satisfatória.

A nível nacional, os SMAS de Sintra são a maior entidade municipal gestora ao nível do abastecimento de água, com mais de 190 mil clientes, com o respetivo sistema a assentar em 1 812 quilómetros de condutas, 53 reservatórios e 33 estações elevatórias, servindo 100% da população do concelho.

Com diversas empreitadas em curso e outras em carteira, os SMAS de Sintra estão a investir durante o triénio 2019/2021 mais de 50 milhões de euros.