ÁGUAS DO ALGARVE NO PROJETO SECASOL

03/12/2020

O projeto SECASOL, que consiste na aplicação de tecnologias inovadoras para melhorar a eficiência dos processos de secagem de lamas de depuração de ETAR e de RSU através da utilização de tecnologias solares nas regiões do Algarve e Alentejo, bem como na província espanhola de Andaluzia, contou com a participação da Águas do Algarve.

Para além da transferência de conhecimento a nível do sector de tratamento de águas residuais, designadamente na componente de produção e tratamento de lamas na fase sólida das ETAR, as principais atividades da Águas do Algarve consistiram na implementação de um protótipo na ETAR de Alcoutim, mediante a conversão dos leitos de secagem em leitos de macrófitas para desidratação de lamas, fazendo assim uso de um sistema natural (tratamento extensivo), com utilização de energia solar, no tratamento de lamas. A instalação arrancou em abril de 2020, encontrando-se em plena exploração.

O outro protótipo previsto no projeto, baseado no processo de secagem intensiva através da utilização de um secador com recurso a energia solar térmica concentrada, foi implementado nas instalações da Fundación Centro de Nuevas Tecnologías del Agua (CENTA), na Andaluzia.

O SECASOL decorreu entre 2017-2020 com um orçamento de cerca de 800 mil euros, sendo cofinanciado pelo Programa INTERREG V A Espanha-Portugal (POCTEP) (2014-2020).

Para além da Águas do Algarve, colaboraram no projeto as seguintes entidades: Diputación Provincial de Huelva; a Agência Regional de Energia e Ambiente do Algarve; Gestão Ambiental e de Resíduos; Laboratório Nacional de Energia e Geologia; e CENTA.