PAULA LOPES: A GESTÃO PLUVIAL NAS ZONAS URBANAS E O CONTROLO DAS INUNDAÇÕES

12/02/2021

O terceiro artigo da secção de Atualidade da Revista #19 da APDA é trazido por Paula Lopes, membro da Comissão Especializada de Legislação e Economia da Associação, que o dedica à importância da gestão eficiente das águas pluviais, designadamente no desenvolvimento sustentável das cidades e na qualidade de vida das respetivas populações.

Ao apontar os principais desafios que essa gestão enfrenta - aumento da população urbana, consequente impermeabilização das cidades e desorganização de ocupação solo - a autora defende que uma boa rede de drenagens de águas pluviais, essencial para o controlo das inundações, podendo mesmo preveni-las, deve também tratar “de forma económica e adequada as águas em causa, eliminando os agentes poluidores mais significativos e reduzindo o seu impacto nas linhas de água envolventes”.

Consciente de que, apesar de novas estratégias, a importância das águas pluviais é ainda subvalorizada, Paula Lopes apresenta um conjunto de soluções para evitar a ocorrência de inundações, cujo impacto negativo nas populações atingidas é muito significativo. Contudo, estas devem ser adaptadas a cada uma das situações definidas ao nível das bacias hidrográficas existentes.

Após focar também o enquadramento legal que existe sobre o risco de inundação, e sendo as alterações climáticas grandes responsáveis por este tipo de fenómenos, a autora avança para os estudos desenvolvidos e projetos em contexto europeu, que visam melhorar o conhecimento sobre os impactos das alterações climáticas na Europa e, desta forma, apoiar na estratégia de adaptação às mesmas.

Mas o caminho prevê-se longo e os Estados-Membros estão ainda aquém de colocarem em prática medidas efetivas no que diz respeito à boa governança da água.

Leia o artigo aqui (a partir da página 60).