ÁGUAS DO TEJO ATLÂNTICO E DOUROGÁS COM PROJETO INOVADOR A PARTIR DE LAMAS DE ETAR

30/12/2021

A Águas do Tejo Atlântico e o Grupo Dourogás arrancaram com um projeto inovador de produção de gases 100% renováveis, gerados a partir do biogás produzido pelas lamas com origem no tratamento das águas na Fábrica de Águas de Frielas, em Loures.

Esta parceria entre a Águas do Tejo Atlântico, do Grupo Águas de Portugal e a Dourogás Renovável, empresa do Grupo Dourogás, irá permitir a produção de biometano, hidrogénio verde e e-metano que serão, posteriormente, injetados na rede de gás natural e utilizados como combustível veicular, promovendo uma mobilidade mais sustentável ao reduzir a emissão de gases com efeito estufa e aumentando a qualidade do ar.

Em causa estão dois projetos de demonstração tecnológica de conceito - Hidrogasmove e Solargasmove - que recorrem a tecnologia pioneira em Portugal para produzir biometano 100% renovável, a partir do biogás gerado pelas lamas produzidas na Fábrica de Água de Frielas, estando completamente alinhados com o conceito de economia circular, ao transformarem resíduos em recursos energéticos e, desta forma, produzindo uma energia limpa.

Enquanto o projeto Hidrogasmove recorre à purificação do biogás das lamas de ETAR, o Solargasmove aposta no processo de metanação para produzir metano sintético, combinando-o com hidrogénio verde (produzido por eletrólise, a partir de fonte solar e de águas residuais). Tanto o biometano como o metano sintético são substitutos diretos e limpos do gás natural.

Com benefícios económicos e ambientais evidentes, estes projetos permitem, assim, demonstrar a viabilidade de produção destes gases naturais e, desta forma, contribuem, com efeitos imediatos, para a descarbonização da rede de gás natural e do setor dos transportes, atualmente assentes em combustíveis fósseis.

O projeto foi oficialmente apresentado no dia 15 de dezembro na Fábrica de Água de Frielas.