ABRIL 2022: MAIOR PARTE DE PORTUGAL CONTINENTAL EM SECA MODERADA

28/06/2022

Portugal Continental registou, em abril último, valores de precipitação abaixo do normal e temperaturas mais altas do que a média, mas, apesar de se ter mantido em situação de seca meteorológica, houve uma diminuição da área em seca severa, passando grande parte do território a estar na classe de seca moderada. Os dados são do mais recente relatório de Monitorização Agrometeorológica e Hidrológica, relativo a 30 de abril de 2022.

À data, a distribuição percentual por classes do índice PDSI* no território era a seguinte: 8,5 % em seca fraca, 87,2 % em seca moderada e 4,3 % em seca severa.

Comparativamente ao último dia de março de 2022, verificou-se um aumento do volume armazenado em dez bacias hidrográficas e uma diminuição em cinco. Todavia, todas as bacias com exceção das do Vouga e do Mondego, apresentavam em 30 de abril de 2022, disponibilidades hídricas totais inferiores ao período homólogo.

O relatório de Monitorização Agrometeorológica e Hidrológica é realizado mensalmente pelo Grupo de Trabalho de assessoria técnica à Comissão Permanente de Prevenção, Monitorização e Acompanhamento dos Efeitos da Seca, visando reunir a informação suficiente para avaliação das disponibilidades hídricas em Portugal Continental.

Aceda ao relatório aqui.

*Índice PDSI (Palmer Drought Severity Index) - avalia a quantidade de precipitação, temperatura do ar e capacidade de água disponível no solo, permitindo detetar a ocorrência de períodos de seca, classificando-os em termos de intensidade: fraca, moderada, severa e extrema.