ÁGUAS PÚBLICAS DO ALENTEJO QUER INVESTIR 61 M€ NOS PRÓXIMOS TRÊS ANOS

27/07/2016

Como resposta ao Programa Operacional para a Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (POSEUR – PT 2020), as Águas Públicas do Alentejo, membro da APDA, está a preparar um pacote de investimentos e projetos que rondam os 61 milhões de euros para o próximo ano, de acordo com nota de imprensa das Águas do Alentejo, que pretendem garantir a qualidade da água e dos serviços em zonas que ainda mantenham problemas.

Existem cerca de 20 Municípios que devem ser beneficiários desta operação em que “(…)foram priorizados aqueles municípios onde os sistemas autónomos (…) não garantem a fiabilidade do serviço de abastecimento ou a qualidade da água fornecida; enquadram-se nestes cenários vários sistemas dos Municípios de Mértola, Castro Verde, Almodôvar, Beja, Odemira, Ourique, Santiago do Cacém; paralelamente outros investimentos também se perspetivam para Barrancos, Moura e Serpa.”

“No que respeita ao saneamento de águas residuais foram já aprovadas pelo POSEUR outras seis candidaturas, referentes à construção das ETAR de Beja, Grândola, S. Teotónio, Montemor-o-Novo, Amareleja e Senhora d’Aires, num valor de 17 milhões de euros, também para executar até 2018.”




design bin·rio